Sexo na faculdade

Um conto erótico de PeSil
Categoria: Heterossexual
Data: 14/05/2019 15:33:27
Nota -

Eu não conversava muito com Juliana, as vezes a gente trocava algumas palavrinhas, mas nada muito afetivo. Com o tempo e durante as aulas praticas principalmente, a gente foi se aproximando mais até rolar o que vou descrever para vocês hoje.

Faço faculdade de educação física, estou no quinto semestre, Juliana entrou na facul na mesma época que eu, então acabamos caindo na mesma sala.

Ela tinha o grupinho dela e eu o meu, quase nunca a gente se falava, mas a medida que ela começou a participar mais das aulas praticas acabamos tendo uma aproximação inesperada.

Nunca pensei que ela fosse querer algo comigo, além dela ser bem bonita, ela era lésbica e ja tinha até ficado com uma garota da nossa turma dentro do banheiro feminino numa festinha que teve na faculdade, mas isso não me impedia de dar aquela boa e velha olhada.

Juliana era do tipo de garota independente, não se importava com olhares e nem com elogios, era dura na queda, fiquei sabendo de vários outros que tentaram e não conseguiram, mesmo sendo rapazes que eu achava que tinham mais chances do que eu.

Mulata dos cabelos encaracolados, tinha bunda e peitos bem grandes, e chamavam bastante atenção, baixinha e com um sorriso lindo, tinha até covinhas, que na primeira vez que eu vi fiquei fascinado.

Um dia meu professor separou a turma em grupos, mas como aquele dia tava muito chuvoso, varias pessoas faltaram na aula e ficaram faltando pessoas tanto no meu grupo quanto no grupo de Juliana, aí decidimos juntar os dois. No começo foi meio dificil, a atividade era pra ser feita por todos do grupo em comum acordo, mas nem todos ali se falavam. Conseguimos ir desenrolando e no final, mesmo o desempenho não ter sido satisfatorio, os olhares eram de pessoas que tinham se divertido, em especial Juliana espontanea como sempre, ela veio falar comigo, e riu de uma coisa engraçada que aconteceu na atividade. Na hora de ir embora eu a vi saindo com seu grupinho de amigos, ela olhou pra mim e sorriu, eu sorri de volta instantaneamente e segui meu caminho, assim como ela.

No dia seguinte ela me manda uma mensagem perguntando se eu ia pra facul, e eu respondi que ia sim. Eu só fui mesmo por causa dela, eu não tava nem um pouco afim de levantar cedo naquele dia, mas ver a mensagem me deu a sensação de que algo bom iria acontecer.

Chegando na facul e eu a vejo sentada em um banco que tem na entrada do prédio, fui até ela pra cumprimenta-la.

"Bom dia!" Disse eu enquanto a beijava na bochecha

"Bom dia"

"Você sabe se ja chegou mais alguém?"

Perguntei

"Vi algumas pessoas, parece que o povo não ta afim de fazer ginastica hoje"

"É deve ser"

"Você veio disposto a pular até dizer chega?"

"Pra falar a verdade não"

"Então porque você veio?"

"Disse para alguém que viria"

Nesse momento fomos interrompidos pelos amigos dela, e depois fomos pra sala de ginastica.

Não falei com ela até o final da aula, apenas trocamos olhares e sorrisos, e na hora de ir embora ela me chamou de canto. Juliana foi bem direta, me deixou até sem palavras, e quando eu fui tentar dizer algo ela me beijou, um beijo ardente e sufocante, que no inicio parecia que ficaria apenas nisso, mas a situação fugiu do controle e começamos a ir mais além do que poderia ser só um beijo. Nossas mãos foram invadindo outros espaços, eu passava a mão por cima do bundão dela e dava umas apertadas de leve, ela de vez em quando fazia o mesmo só que por cima do meu pau. o negócio foi esquentando, ela me pegou pelo braço e me arrastou até o banheiro feminino e lá rolou o que eu tanto queria, e o que ela queria também.

Juliana me jogou em cima da pia, desabotoou minha calça e a tirou junto com minha cueca, meu pau tava duro igual pedra e ela não fez cerimonia, me punhetou devagar e depois caiu de boca olhando bem no meio dos meus olhos com carinha de safada. Ela chupava bem, de vez em quando batia meu pau em sua bochecha e dava lambidas na cabecinha. Ouvimos um barulho e decidimos entrar em uma das cabines, la ela nem esperou a pessoa ir embora ou algo do tipo, continuou chupando só que mais forte e com mais vontade, arrancando alguns gemidos involuntários de mim. Eu precisava por um fim naquele boquete antes que ela me fizesse gozar, mas tava tão bom que deixei ela chupar mais um pouco até ouvir outro barulho duas cabines longe da nossa. Juliana parou de chupar olhou pra mim, sorriu e disse "sua vez". Deu nem tempo de questionar, ela arrancou sua calça em dois segundos, deitou no vaso sanitario e puxou a calcinha de lado me mostrando sua bucetinha lisinha, moreninha, toda molhadinha. Me abaixei e comecei lambendo de baixo pra cima, analisando o terreno, ela alisava meu cabelo e gemia baixinho, depois caí de boca de uma vez. Chupei até perceber que os gemidos dela estavam ficando cada vez mais altos.

"Ju, você ta quase gritando!"

"A culpa é sua"

"Ainda nem comecei e você ja ta fazendo escandalo, fica com a mão na boca que é melhor"

Ela colocou a mão na boca mas continuou gemendo alto e ainda sim fez meu tesão aumentar, assim como o receio de alguém ouvir e nos interromper, e quase aconteceu. Ouvimos um barulho e paramos, alguém passou bem devagar em frente a porta da cabine onde estavamos, olhei pra Juliana, ela estava com uma mão na boca e a outra alisando sua buceta, aparentemente sorrindo. A pessoa foi embora e ela não perdeu tempo, ficou de quatro em cima do vaso sanitario e implorou para que eu chupasse seu cuzinho também. Meu pau tava quase explodindo, meu tesão tava nas alturas, mas o dela era maior, ela abriu bem a bunda e ficou massageando seu clitoris bem devagar mas depois de um tempo ela aumentou a velocidade e ficou enfiando dois dedos em sua buceta toda melada.

"Ai caralho...assim não para...eu to quase gozando!"

Juliana gozou e deu um grito que deve ter dado pra escutar em todos os cantos da facul, tanto que sua amiga veio chama-la para ir embora, mas Juliana pediu pra ela esperar um pouco, e quando eu achei que ela iria vestir suas roupas para ir ela se abaixou e me chupou novamente até eu encher sua boquinha de porra.

"Pronto, agora eu posso ir embora, mas ainda não acabou" disse ela se vestindo

Eu nem disse nada, me vesti lentamente, ainda me recuperando esperei elas irem na frente e depois saí.

No dia seguinte trocamos poucas palavras, mas isso só servio pra ficar evidente que ia ter mais, aquele morena gostosa queria terminar o que começamos e não demorou muito pra ela conseguir.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.

Online porn video at mobile phone


conto descobri que sou cornoas b********* fininha e g****** jato de gala em vídeoContos gays /fui estrupado por2 na escola e a diretora flagouno motel o bucetao virgem cheio de pentelhos da minha cunhada solteira coroa conto eróticocoto de maes encinado filho apor camizinhavideos decavalo con medo asua dona ate gosamuitoxvideo porno irmao abraca a irma quando ela ta lavando aloucairma ver a outra de calcinha e quer chupar elax sobrinho de cachaça pra tia e depois chupo cu delasexo com coroa ruiva baixinha gostosa peituda de buceta bem peluda fidendo xom bem dotadocontoerotico eu,namorada, minha mae e tio jorgeolhando a novinha e depau duro paia de nodimoimagem de menina mois trado a puceta dela vizimcontos eroticos esposa querendo ser comida pelo coroa da pirocona tortacontoerotico eu namorada mae e tioentilhada nao resti opadasto tomano banho di pau duro I trazol comeleww xvideos gordinha fiudentausobrinho vigiando tia peladayoutube tarado comeu novinhas mobilizado sexaul tirado a roupa nuascontos eroticos sete anoseu fico axanando que sou uma pessoa invejoso mais nao sou meus atos nao se dizem isso mais na minha cabeça eu pensso assim yahoopornô doido gostosa jovial transando gostoso com amiga e o molequepulei o muro da fazenda e a dona mim taradaffodendo uma barangacontos eróticos chorei gritei esperneei mas aguentei tudo no c*Contos eroticos elacareca peladaas novinhas andado de xotinho dinspornô novinha sendo chupada tocando sola em cima surpreendido com pau grandexvideos lavei.de porra a boca fs novinhaconto eróticos menina estrupada por mordomo ponodoidocontoeroticonovinhosafadopornôcom professora selvagem regaça o pau do alunobucetinhavirgemmagrinhaputaria brasileira com esfrega cospida no rosto da amigaa gordinha morena kuduro dando para o negãocontos eroticos menina foi brincar na casa da amiga e pai comeu amquinhaContos erotico iseto tia e subrinhominos putinhos e meninas putinhas x vidios pornoos viodeos de sexos os dotadoes das piconasContoseroticos denise meu tio pauzudo me fes mulher bem novinha na pica grossa contoserot/mamae pegou eu e meu irmao brincando de medicoseja perguntei a vida de sexo de travesti pornô com a nossa prima de vozeu ti aguarrei novinha pede paxvideos incesto filha abracando maliciaporno comel a sogra emxeridaconto no cinepornocontos nudismo la encasa e normalcagando e socando manteiga no cuzoofilia cachorro fica engatado na nistashortinhos de jogadoras lycra lycra gigante gostosoporno grátis só gostasse gozando piruzaohttp://muher bunda grande fiudentau na praia gostosacontos de pau preto e grossovideos nègao pauzudo comëndo novinhåsou puta e pratico zoofiliameninas que gota de gozada na boca pornoraspo o bocetao na ciriricagta mulher anda pelada e fala voce enfia seu pinto na minha bucetafilha da vizinha perdendo a virgindade estômagoconto erotico molequinha na escolaIncestoirmãoxirmãoMetendo na orelha da gostosa xsvidioconto erotico de neto vai morar com a vovó e mete nelasexo na fasenda so nas escondidas novinhas e seus tios xxvideovídeo pornô de padrasto safado que transa com suas enteadas nem peitinho de cabelo com Regina nasceuEu Queria arranjar uma queria que passasse um filme para mim né e mulher pelada para mim entendeulesbicas transam e rebolam na boca da aparceira ate ela chupar o grelo e gozarmulher gozando pro corno ovi no telefonequero ver lindas travestis entrando em enormes rolas ate gozarem nelas videos boas fidasxvdio da mulher deixou o marido dormindo e foi da para outro ater gosa na picamulher casada do Rio de Janeiro Baixada Fluminense Nova Iguaçu fala para o marido que quer dar para outro para ele ficar olhando ela metendo com outrocontos eroticos comi o cu do amigo da faculdadevedio caseiro minha conhadsa da pro cachorro. seoteste de fidelidade quente com buceta e pinto grandemeu filho pintudo contoconto erotico com treinador velho coroaButão bucetimha