Entre irmãos

Um conto erótico de Madu
Categoria: Heterossexual
Data: 21/08/2013 17:56:32
Última revisão: 21/08/2013 18:09:56
Nota 10.00

Olá, me chamo Madu e está será a primeira história que postarei no site.

Tenho 23 anos, 1,75 de altura e peso 63 kg. Tenho longos cabelos loiros, olhos castanhos, seios médios, cintura fina e coxas torneadas. Sempre fui muito preocupada com o meu corpo e malho regularmente para manter a boa forma.

Meu namorado é um belo homem também. Chama-se Enzo, tem 26 anos, é alto, com um corpo bem definido, olhos azuis acinzentados e o cabelo escuro. Apesar de termos um relacionamento muito bom e sermos felizes, nossa vida sexual estava um pouco rotineira. Ele ficou muito ocupado depois que foi promovido na empresa onde trabalha e vivia sobrecarregado, sem poder dar muita atenção a mim. Aquilo me frustrava um pouco, pois sempre tivemos uma vida sexual muito ativa e cheia de fantasias sexuais novas a serem realizadas.

Bom, por mais que nossa vida sexual não estivesse em melhor momento, nosso relacionamento ainda continuava sério. Então Enzo aproveitou que seu irmão estava voltando para o Brasil e resolveu me apresentar para toda a sua família, que iam passar o final de semana em sua casa de praia. Eu pouco sabia sobre o irmão de Enzo, apenas que se chama Eduardo e que estava passando uma temporada nos Estados Unidos para sua pós-graduação.

Eu realmente estava nervosa para conhecer a família dele, pois são uma família muito rica e influente e tinha medo de cometer alguma gafe ou passar por algum constrangimento.

Quando chegou o grande dia de conhecer sua família, era uma bela sexta-feira ensolarada e iríamos sair cedo para pegar estrada. Resolvi escolher roupas confortáveis e ao mesmo tempo elegantes para levar na mala, pois não queria dar uma má impressão.

Ao chegar a casa, já havia passado das 14:00 os pais de Enzo já estavam lá e foram muito carinhosos e receptivos comigo. Fiquei muito aliviada ao perceber que eles tinham gostado de mim. A mãe, Renata, disse que Eduardo estava terminando de se aprontar e iria descer a qualquer minuto.

Por algum motivo estranho estava mais nervosa ainda para conhecer o irmão que Enzo pouco falava, sempre estranhei o motivo dele nunca se referir muito ao irmão, porque geralmente irmãos são próximos e mantêm algum tipo de vinculo.

Mas quando Eduardo apareceu eu tive uma reação que não havia passado em nenhum momento na minha cabeça, uma reação de completo espanto. Eduardo e Enzo eram gêmeos idênticos.

Eu fiquei ali, olhando Eduardo que sorria convidativamente para mim. Ele deu a volta na mesa e deu um beijo em meu rosto, dispensando formalidade alguma.

— Tirou a sorte grande em irmão? Que bela namorada você arrumou — Eu apenas sorri envergonhada enquanto sentia meu rosto enrubescer e agradeci pelo elogio.

Eduardo então foi em direção a Enzo, que se levantava e abraçava o irmão daquela forma engraçada que homens se cumprimentam, um abraço seguido de uma batida nas costas.

Nós almoçamos e quando terminaram de retirar a mesa, Renata e Fernando nos convidaram para sentarmos na varanda para conversamos e bebemos. E assim transcorreu a tarde toda, invadindo a noite enquanto todos nós ficávamos levemente embriagados. Ao perceberem o horário avançado, os pais de Enzo e Eduardo falaram que já estava tarde e que iriam se recolher.

Quando saíram, continuamos os três conversando e conforme a bebia ia fazendo efeito a conversa começou a ficar mais solta e começamos a falar sobre sexo.

Eduardo contou suas experiências com as garotas americanas que conhecera e diferente de Enzo, era totalmente desinibido e falava com naturalidade.

— As mulheres que conheci naquele país são completamente insanas. Elas não queriam compromisso algum, apenas sexo — ele falava e eu sentia o calor entre as minhas pernas aumentar, sentindo minha excitação ferver.

Enzo então perguntava sobre qual foi sua experiência mais quente que o irmão teve durante a viagem e Eduardo sorriu

— Sem dúvida foi quando transei com duas irmãs. Elas eram completamente excitantes e gostosas — ele falava empolgado mais eu não prestava mais atenção. Fiquei ali com a minha cabeça imaginando aquele homem delicioso fazendo sexo. Com os braços fortes me segurando e metendo com força em mim.

Enzo e Eduardo eram idênticos na aparência, mas sem dúvida alguma eram completamente diferentes em seu comportamento. Enzo era reservado e focado enquanto Eduardo era desinibido e extremamente convidativo. Fiquei imaginando aquele homem, realizando todas as minhas fantasias sexuais.

Foi quando percebi que os dois olhavam para mim, esperando que eu falasse alguma coisa mas eu não sabia sequer sobre o que estavam falando.

— Me desculpem, eu não estava prestando atenção — mal sabiam eles do porque não prestara atenção na conversa.

Os dois trocaram olhares rápidos e riram, Enzo se aproximou de mim e me deu um beijo terno enquanto falava — Disse que vou me deitar.

Eu então sorri e disse para ele ir subindo que eu iria preparar algo para comer, pois estava faminta.

Ele assentiu e subiu em direção ao nosso quarto. Eu fui até a cozinha e vasculhei a geladeira, percebendo que Eduardo me acompanhava.

Eu preparei um sanduíche rápido e me sentei em uma das banquetas próximas ao balcão e Eduardo se sentou ao lado.

— Você estava bastante distraída agora pouco, ficou incomodada com algum comentário que fiz? — Ele sorriu e colocou sua mão esquerda em minha coxa.

Eu fiquei estática, sem reação procurando algumas respostas.

— De forma alguma. Só fiquei um pouco curiosa sobre o que você disse, sobre as irmãs, sabe? — fiquei surpresa ao perceber que voltei a tocar no assunto.

Ele parecia satisfeito com meu comentário e prosseguiu — Curiosa sobre o que?

Eu mordi meu lábio inferior e falei baixo — Foi bom? Você gostou?

O sorriso dele aumentava a cada momento — Ah, foi maravilhoso. Você sabe, irmãos conseguem ter sincronia. Um supre o que o outro não consegue fazer. E quando têm os dois juntos é como se ficasse completo.

Minha respiração falhou. Naquele momento eu soube que ele não estava falando sobre as irmãs, e sim sobre ele e Enzo.

Eu então resolvi entrar na brincadeira e provoquei

— Porque tenho a leve sensação de que está se referindo a você e Enzo e não sobre as irmãs com as quais você transou?

Ele então começa a alisar a minha coxa, subindo sua mão e colocando-a entre as minhas pernas, por cima do meu short.

— Você tem a sensação porque eu realmente estou falando sobre nós dois. Sei como o Enzo não anda suprindo suas necessidades. Dá pra ver na sua expressão a sua frustração e confesso que tenho vontade de te conhecer a um bom tempo — eu o olho sem entender muito bem então ele continua — apesar de o Enzo não ter falado muito sobre mim, nós somos muito próximos. Ele me contou sobre a linda e doce garota que ele conheceu a pouco mais de um ano e que tem um apetite sexual intenso — ele sorriu maliciosamente — e sei também que ultimamente ele não tem tido muito tempo para falar comigo, o que me faz deduzir que não tem tido muito tempo para você também.

Eu mordo novamente o lábio e concordo com a cabeça. Eu sabia que aquela conversa e tensão sexual eram erradas, mas eu estava adorando tudo aquilo. Eduardo então começou a movimentar sua mão entre as minhas pernas para cima e para baixo e eu dava reboladas lentas enquanto fechava os olhos.

Ele aproximou seu lábio de meu ouvido e sussurrou — então me diga querida, qual fantasia você gostaria de suprir agora? — ele mordeu minha orelha e eu soltei um gemido baixo.

— Desde que você falou sobre as irmãs, eu não paro de pensar como seria delicioso ter você e o Enzo ao mesmo tempo.

Eduardo estranhamente olha sobre meu ombro e sorri enquanto uma voz surge atrás de mim — Nós também não — eu dou um salto e olho para trás, vendo Enzo sorrir maliciosamente para mim e com o volume do seu pau contra sua bermida.

Descontrolada com aquela situação deliciosa, eu apenas consigo me levantar e ir em direção de Enzo, me ajoelhando na sua frente, passando a mão em seu volume enquanto o olho e pergunto — Tem certeza?

Ele sorri e confirma com a cabeça enquanto Eduardo vem por trás de mim e puxa meu cabelo com força, fazendo com que eu me levante — Mas não aqui vadia.

Sem soltar meu cabelo, Eduardo me conduz para fora da casa enquanto Enzo nos segue. Eles me conduzem até a praia, onde há uma tenda com um pedaço de tecido grande sobre o chão para bloquear a areia e várias almofadas. Naquele momento percebo que tudo aquilo foi premeditado e faz com que meu tesão aumente mais ainda.

Eduardo faz com que eu me ajoelhe sobre o tecido e cada um deles se posiciona do meu lado, me deixando no meio. Eles então abaixam o bermuda que usam, ficando apenas de cueca. Eu uso minhas mãos para alisar o pau de cada um deles sobre a cueca, alternando meu olhar de um para o outro. Os dois sorriem satisfeitos enquanto falam

— Depois de anos procurando, acho que finalmente encontramos uma vadia para fodermos ao mesmo tempo irmão — Eduardo sorri para o irmão enquanto Enzo me observa.

— Desde que a conheci tive certeza que era perfeita pra gente — ele então puxa meu cabelo para trás e diz para mim — Mostre para o Eduardo a boca deliciosa que você tem.

Eu sorrio satisfeita e então começo a abaixar a cueca de ambos, fazendo com que o pau duro deles pulem para fora. Eu então aproximo minha boca para o pau de Edu e começo a chupa-lo intensamente, movimentando minha língua e chupando até sua base, sentindo a cabeça bater que minha garganta enquanto vou punhetando o pau de Enzo.

Passo um bom tempo assim, chupando um e punhetando o outro, alternadamente até deixar o pau de ambos duros como pedra e completamente babados.

Os dois sorriem satisfeitos e então Enzo puxa o meu cabelo, fazendo com que eu me levante. Então Eduardo se deita sobre as almofadas e sorri para mim.

— Vem aqui vadia, não queria ter os dois? Então vem sentar bem gostoso no meu pau.

Eu sorrio maliciosamente e vou até ele, coloco uma perna em cada lado do seu corpo e começo a agachar. Posiciono a cabeça do seu pau bem na entradinha da minha buceta e e sento com força, fazendo com que solte um gemido alto. Ele começa a movimentar o quadril, fazendo seu cacete entrar e sair lentamente, me dando um prazer agonizante, precisava sentir aquele caralho duro entrando com velocidade em mim, então falo entre gemidos

— Caralho, mete com força.

Ele então começa a bombar em mim, movimentando o quadril freneticamente e então eu começo a soltar gemidos altos.

Nesse momento Enzo para de pé ao meu lado, com o sue pau rígido próximo ao meu rosto e sem pensar duas vezes volto a colocar em minha boca. Ele puxa meu cabelo em um rabo de cavalo e começa a movimentar o quadril também, sentindo aquele pau grosso e rígido entrar e sair com velocidade da minha boca.

Eu solto gritos abafados, totalmente extasiada ao sentir o pau maravilhoso daqueles dois irmãos entrando e saindo de mim.

Edu começa a diminuir o ritmo de cada metida e então eu tiro o pau de Enzo da minha boca. Ele me puxa pelo cabelo, fazendo com que eu levante. Ele senta no chão e me puxa para seu colo, fazendo com que eu fique de frente para ele e volta a preencher minha buceta com rola. Ele bomba freneticamente em minha buceta enquanto da tapas fortes em minha bunda, fazendo com que eu a empine cada vez mais. Eu vejo então Edu ao meu lado e enfio seu pau em minha boca, chupando-o rapidamente até que ele fique rígido novamente. Eu então o olho e sorrio maliciosamente

— Você queria saber minhas fantasias não é mesmo? Então aqui vai uma — solto um gemido e volto a falar — Vem meter esse seu pau grosso e duro no meu cuzinho. Sempre quis receber penetração dupla.

Eduardo fica boquiaberto por um momento mas em seguida sorri e fica por trás de mim. Enzo faz com que eu empine mais a bunda e a abre, deixando meu cuzinho exposto, oferecendo-me para o irmão.

Ele se ajoelha no chão e começa a me penetrar lentamente, fazendo com que eu solte gritos de prazer e rebole freneticamente. Quando todo o seu pau penetra em mim, ele se mantém paralisado por alguns instantes até que eu me acostume com a sensação. E então começa a bombar com força. Os dois penetram em mim com sincronia e força fazendo com que eu perca o controle do meu corpo, entrando em um êxtase de puro prazer.

Eles anunciam que estão quase gozando e começam a bombar com mais força, e minutos depois sinto a porra quente dos dois me preenchendo, fazendo com que eu goze também.

Ficamos ali, deitados na tenda por um tempo até repetirmos a dose mais uma vez naquela noite.

Depois disso, passamos o final de semana todo nos deliciando com a experiência e sempre que nos reencontramos voltamos a repetir.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
25/08/2013 11:41:34
hum! quero te fuder gostoso tambem me add
22/08/2013 10:17:58
putinha e assim mesmo kkkk. nota dez adorei o conto.
21/08/2013 19:14:44
VAMOS REPARTIR O PÃO.

Online porn video at mobile phone


xvideo quase rubiaebeto tanzadomamaes com shortinho folgado entrando na vara pornobiel sabatini eu nao sou gay completoquero ver mulher g****** gostoso monografia g****** gostoso XVídeosloirinha magrinha sentando no pau do negao de 70 centimetroscomo você gosta de dar o cú ao trasex devagazinho bem gostoso ou no arranca tudo vidiosergipana do grelo grande fode ate gozarminha esposa lavano abucetinhaContos eroticos lesbicos mtkmeu corninho deixou fuder com outro ainda me ajudou chupar a picona do meu machoxporno inedeto de menino japones novinho dando o cuconto porno amor em londresminha esposa me surpreendeuconto de ranquei cocó do cu do novinho que chorou na minha pica grandeContos erotico iseto tia e subrinho5 de perna aberta para o meu titio me foder ele net só a cabecinha e o pau fica dando enganado em porta e não entra porque eu sou muita coxadinha e ele tem um pau grandeporno no android; esposa da o cu pra vários e jprra pela bucetagarotinhas bem novinhas descubrino otezaocontos porno scat lesbicochorrao super dotado fode zofilacontos gay femea do irmaoporno loiras xiri gigante anal picas trinta centímetroszoofillapornocaseiromãe fraga tiu abuzedo da sua filhaSuruba inesquecívelxvideoo homem pegando a mulher traindo ele em casa lavando secando a madeira no rabinho delacontos eróticos de Lucy dando pro caseiro na frente do maridovídeo sexos pimenta na boceta com patroa sádicapadrasto fica louco quando era antiga das Calcinhasconto mulher sede a chantagem de garoto tranzarContos eroticos gays ovigia negro dotadoxvideos quase estupro ryan phillippe xvideosxvidiocomendo.a novinha sem tirar o chortetrai o meu maridoCasa dos contos erótico Gnppresidiarios na felisidade um putaSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhaconto erotico lesbica favelada fode patricinha a forcaconto erotico de velho safado chupando putamimha esposa enfiou objetos no meu cu conto eroticoconto erotico gay currado numa cilada conto erotico ensinando a tia de motoContoseroticoscornolandiapornodequatonovinho foi bater uma punheta no fundo do quintau. e ficou passandu o dedu no cuzinho e nao sabia que tinho um cara pauzudu vendumacubeiro comendo a foça novinhamaninho comeu meu cu contosconto erotico gay com amigo velho coroa grisalho do trabalho primeira siririca contosmulher fode a amiga a força amarra ela na cama sem elaquere porno doudogosdosa dondoirma no banho contos eroticosContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas dormindolouras peludas taradas fudedoras malucas chamando palavraoMoto táxi pega passageira gostosa de shortinho curtofiquei bem v******** batendo p****** bem gostosa cantando Caladinhaver video e filme de veterinaria chupano abuceta da e gua na fasendaeu e minha irmã dando para o meu padrasto contosxxvidio resentimentemae e filha adoram q irmao gose dentro seus cuXVídeos cara estrupando A Sementinhawww.hentai desenhos descabaçando alunas vigens safadasbaixinha gostosa perdendo as pregas do c* e gritandocontos eiroticos leilapornconto erotico pica grande e a buceta ficou um vazio e vacuopatricinha comida pelos negoesVideo de porno com puta de 19 Anos video de 01h00So Uma Boquete Contos Eroticosxvideo pausada nu cu da chifeiraSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhacontos erotico meu pai tem o pau iguau d um cavalo e mi fudeuflagra a sogra só de camisa de dormir na cozinhaMIDINHOPORNOconto erotico gay negao dominador gosta de maltratar viado brancohomem core atrais de menininha secuestra leva estrupa com varios amigos cu e buceta estora vidio pornonegra levou uma estocata na buceta e quis correr e dotado segurou e meteu tudosequencia de heteros cacetudos gozandocontos pequenina e punheteiracache:http://zdorovsreda.ru/casadas q gosta de ç chupadas por novinhoAna da prassa e nossa mostrano a buceta no vidionegona rindo com uma boconaporno comendo cu de homêm de bùnda grandecontos eroticos sonhei dando pro genrovídeo porno da tia gostosa dando pra sobrinha saida agua do olhonovinhas acocoradas com celular na mão mostrando a bucetaconto mamae dormia de calcinha atolada no cuContos erotico cdzinha cinemacontos de sexo depilando a sograContos de papai e mamae sempre examina minha xotana cama o lençol manchado revela o fato consumado fizemos um amor gostoso transando sexo faladoTurbo negro contos gays.RASGANO O CABACINHA DA GATINHA DE CATORZE ANINHOShostorinha emquadrio porno mai tranza com seu filhoapaixonado por um hetero cap 15loura apita camisa XVídeoscontos eroticos meu padrasto cavalonamorada puta traindo o namorado enbaixo.do nariz dele corno manso xvideocasada bucetuda safada apontando com um negao dentro de casa video dowoads gratis